Capa

AMRIGS Press Releases

O que fazer para não quebrar a famosa promessa de emagrecer no ano novo

Orientação profissional e disciplina são elementos fundamentais para que a busca de uma vida mais saudável não seja frustrada

13.01.2020  |  377 visualizações

Ano novo, metas estabelecidas e expectativas redobradas para o 2020 que está recém começando. Cuidar da saúde é uma necessidade e, é nessa época, que a maioria das pessoas tenta estabelecer um novo estilo de vida priorizando alimentação mais saudável e a prática de exercícios físicos. Porém, muitas vezes, tudo que foi selado como promessa para o novo ano, acaba sendo deixado de lado.

O verão traz estímulos extras como aumento de temperatura, mais luminosidade e uma carga horária maior de sol. Já o inverno é um convite perfeito ao boicote de tudo que foi planejado, aumentando a preguiça de fazer esportes e tendo que lidar com ofertas ricas em carboidratos nos alimentos. Para o médico e diretor de Comunicação da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), Juliano Chibiaque, é fundamental ter disciplina com a alimentação e orientação profissional para que lesões não prejudiquem a continuidade das atividades físicas.

- Há componentes diários que boicotam esse esforço. São alimentos atraentes no prato, mas que trazem uma carga energética maior e acabam engordando. Por isso, é importante que se busque uma orientação nutricional e que a pessoa tenha em mente o seu biotipo. O importante não é o quanto vai perder de peso, mas como vai perder. Além disso, a perda de peso sem atividade física, não se sustenta – explica.

O médico cirurgião do aparelho digestivo e cirurgião geral reforça, ainda, que o estilo de vida atual não favorece a uma vida saudável, o que precisa ser superado por cada um.

- A população está cada vez mais refém de tecnologias e rotinas estressantes. A sensação é de que falta tempo para tudo. A ingestão de alimentos acaba sendo feita com pressa, o que não é o indicado – completa.

Na hora da escolha da atividade física, a dica é procurar aquele esporte que agrade e dê prazer para cada pessoa, sendo uma escolha muito individual.

- O mais importante é encontrar aquela atividade física que a pessoa vai se sentir estimulada. Seja musculação, caminhada, pilates, RPG, danças, natação, hidroginástica, bicicleta, etc. Independente da opção que ela for seguir, dois requisitos são indispensáveis: ter condições estruturais de fazer a atividade e contar com uma orientação de um educador físico para que não tenha risco de lesões – finaliza.

Pessoas que estavam em condições de sedentarismo precisam um cuidado ainda maior para não exagerar na dose tendo lesões e prejudicando todo planejamento que foi proposto.

Redação: Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak

  • Verão convida para prática de esportes
    (Marcelo Matusiak)

  • Alimentação saudável
    (Marcelo Matusiak)

Leia também...

25.05.2020

Palestra online debate a telemedicina durante a pandemia de coronavírus

Evento é uma iniciativa do Departamento Universitário da Associação Médica do Rio Grande do Sul (DU AMRIGS)

22.05.2020

Em debate virtual, AMRIGS reforça importância de fortalecer serviços de obstetrícia nos hospitais

Evento contou com participação das entidades médicas AMRIGS, SIMERS e CREMERS, além de convidados

20.05.2020

Coronavírus e gravidez: saiba os cuidados necessários

Para o atendimento pré-natal de gestantes sem risco epidemiológico ou clínico para a infecção pela COVID-19, os cuidados, segundo a Febrasgo, serão aqueles usuais como lavagem de mãos e evitar aglomerações

13.05.2020

AMRIGS participa de debate virtual sobre atenção à obstetrícia

Tema será tratado por entidades médicas e convidados em live na quinta-feira (14/05) às 19h30min

Entre em contato