Capa

AMRIGS Press Releases

Crescimento do número de profissionais da saúde afastados preocupa

AMRIGS reitera importância de permanecer alerta aos cuidados com profissionais que estão na linha de frente do combate à pandemia

01.05.2020  |  115 visualizações

Vigilância total no uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI's), afastamento da atividade para profissionais no grupo de risco e contratação de substitutos para os afastados são as medidas primordiais defendidas pela Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS). O presidente da entidade, Alfredo Floro Cantalice Neto, acompanha com preocupação o cenário atual. Nos últimos dias, houve um crescimento do afastamento de profissionais por motivo de contaminação estimado em 29%.

Segundo levantamento recente, no Rio Grande do Sul, são aproximadamente 1.900 trabalhadores afastados por consequência da pandemia nas 18 maiores cidades do estado e nas duas principais instituições de saúde pública da capital que estão atendendo casos de COVID-19 (Grupo Hospitalar Conceição e Hospital de Clínicas).

Redação: Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak

  • Afastamento preocupa
    (Freepik)

Leia também...

11.08.2020

AMRIGS apoia projeto Expresso Cultural Móvel

Objetivo é levar música e cultura para população de um jeito diferente

06.08.2020

Palestra online da AMRIGS aborda a obesidade em tempos de coronavírus

Evento falou sobre riscos da doença e a importância de tratá-la, além de apresentar um exemplo de superação

05.08.2020

Em reuniões online, Comissão Organizadora ajusta detalhes para aplicação da Prova AMB/AMRIGS 2020

Prova teve sua data confirmada para o dia 22 de novembro

03.08.2020

Obesidade pode resultar no aumento da morbidade e da mortalidade por COVID-19

Tema estará em pauta no Ciclo de Palestras AMRIGS que será realizado por meio virtual

Entre em contato