Capa

SBD-RS Press Releases

Palestra virtual destaca ações emergenciais nos consultórios dermatológicos

Qualificação para eventuais situações inesperadas é fundamental

02.07.2020  |  285 visualizações

Uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS (SBD-RS) promoveu ensinamentos importantes aos médicos sobre procedimentos padrões a serem seguidos em situações de emergências que podem acontecer no ambiente de consultórios. A abertura do Webinar foi feita pela presidente da SBD-RS, Dra. Taciana Dal’Forno Dini. Após, a professora de Anestesiologia da UFRGS, Dra. Luciana Cadore Stefani falou sobre "Emergências Médicas no Consultório".

“O atendimento de urgência em consultórios deve ser sempre considerado. Mesmo os dermatologistas estando em uma área bastante específica que usualmente não atende urgências, estamos sempre sujeitos a uma intercorrência. A primeira coisa é ter calma e observar procedimentos a serem seguidos. Como não está na rotina, é importante ter planos pré estabelecidos. Primeiro, identificar e corrigir situações de risco e encaminhar ao serviço de emergência o mais breve possível”, explicou.

Entre as situações possíveis, estão os casos de convulsão e de reação anafilática.

“No caso da convulsão, nossa tarefa é proteger o paciente para que ele não se machuque e não se traumatize. Não devemos tentar conter o paciente. O mais importante é observar as vias aéreas e tentar proteger ele o deixando em uma posição de proteção preferencialmente no chão. Nos casos de reação alérgica, precisamos identificar a gravidade da reação que o paciente está tendo. A progressão não ocorre sempre, mas o choque anafilático é um risco elevado. O que se faz é chamar ajuda imediatamente e suspender qualquer administração que esteja sendo feita. O uso de adrenalina é um tratamento mandatório para retirar o paciente de uma situação grave como essa”, completa a Dra. Luciana.

A médica internista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Dra. Ana Cláudia Tonelli de Oliveira, apresentou o tema "Atendimento de Parada Cardiorespiratória". Durante sua apresentação a médica detalhou exigências do Conselho Federal de Medicina (CFM) em relação a equipamentos necessários para atendimento de emergências como parada cardíaca e anafilaxia.

“O socorro precoce é fundamental. A chance de sucesso se reduz de 7 a 10% a cada minuto. Por isso a importância de tomar as condutas no menor tempo possível. Além disso a RCP (Ressuscitação Cardiopulmonar) de qualidade é o outro elo indispensável. Entre os cuidados é importante ter compressões em adequada frequência e profundidade, completo retorno do tórax a cada compressão, minimizar interrupções e evitar ventilação excessiva", explicou.

A moderação do evento, realizado em 16 de junho, foi da médica dermatologista e diretora da SBD-RS, Dra. Juliana Boza.

Redação: Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak

  • Apresentação da Dra. Ana Cláudia Tonelli de Oliveira
    (Reprodução de imagem)

  • Dra. Luciana Cadore Stefani
    (Reprodução de imagem)

Leia também...

06.08.2020

Queda de cabelos e acne são sintomas que podem estar relacionados ao uso dos anticoncepcionais

Alerta é que por conta do cenário de distanciamento social, muitas mulheres podem estar postergando uma avaliação sobre esses problemas

03.08.2020

Frio e uso de aquecedores exigem cuidado maior com a pele

Orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS ajudam a manter a pele em dia no inverno

16.07.2020

SBD-RS faz doação de materiais de proteção e hidratação para profissionais da saúde

Iniciativa tem objetivo de auxiliar os profissionais que estão na linha de frente no combate a pandemia do coronavírus

06.07.2020

Posso passar álcool gel no rosto?

Questão tem sido trazida com recorrência aos médicos dermatologistas em virtude da pandemia da COVID-19

Entre em contato