Capa

Município de Alegrete relata experiência bem sucedida de Lockdown

Prefeito de Alegrete, Márcio Amaral, descreve para Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) como tem sido a prática de adotar o modelo de restrição aos finais de semana

30.07.2020  |  11 visualizações

A cidade de Alegrete, com aproximadamente 76 mil habitantes, tem como característica quase 90% da população morando na área urbana. Apesar de diversos esforços, o município vinha enfrentando dificuldades para conter a propagação da COVID-19. Como medida mais intensa, foi adotado o Lockdown em finais de semana. Segundo o prefeito municipal, Márcio Amaral, a experiência foi bem sucedida.

“Sentimos a necessidade de fazer alguma coisa diferente, porque estávamos desde março com medidas restritivas, decretos vigentes e um setor de fiscalização bastante atuante. Tivemos a aplicação de cerca de R$ 600 mil em multas para empresas e cidadãos comuns por não uso de máscaras ou por estarem em locais inadequados com concentração de pessoas. Ou seja, nossa fiscalização não foi negligente nem omissa, mas mesmo assim tivemos um aumento grande de casos”, explicou.

Houve um crescimento de casos e a UTI do hospital do município chegou ao seu limite, além do hospital de campanha ser muito procurado.

“Sabíamos que pelo rigor do inverno isso podia acontecer. Infelizmente havia relato de festas clandestinas, concentração de pessoas nos parques e praças. Entendeu-se que era o momento de dar uma parada. Nosso comitê de gestão de crise se reuniu e houve unanimidade em repetir o modelo aos finais de semana. A cada 7 dias, fazemos essa avaliação conforme o contexto do que passou. Estamos tentando antecipar a informação ao máximo para que as pessoas se organizem e para que não haja uma concentração de pessoas nos supermercados”, completou.

Apesar de não ser possível ainda uma avaliação do efeito prático, o líder do executivo municipal entende que a ação foi positiva a partir da circulação menor de pessoas nas ruas no último final de semana. A expectativa é que haja reflexos na redução ou estabilização de número de casos diários.

Redação: Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak

Leia também...

03.08.2020

Doação de plasma convalescente: um aliado simples e importante no tratamento da COVID-19

Inovação

31.07.2020

CEHM debate quadro atual do atendimento aos pacientes com o Plano Bradesco Saúde

Tema esteve presente na Reunião da Comissão Estadual de Honorários Médicos do Rio Grande do Sul

20.07.2020
Aberta linha de crédito para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte

Associativismo

20.07.2020

Prevenção a COVID-19 e mudanças na diretoria da AMRIGS são tema de encontro virtual

Conselho de Representantes da AMRIGS esteve reunido ao longo da tarde de sábado (18/07)

Entre em contato