Capa

Estar em casa não é sinônimo de não se cuidar

Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS, ressalta importância no cenário atual de trabalhar a autoestima

31.08.2020  |  21 visualizações

O cenário atual da pandemia do coronavírus impôs uma série de mudanças na vida de todos e uma delas é a permanência em casa, por muito mais tempo. Porém, esse fenômeno não pode significar menos cuidados com o nosso corpo, nossa pele e o nosso bem estar.

A autoestima é condição importante e faz parte do conceito global de qualidade de vida. Sabe-se, por exemplo, que pessoas com doenças inflamatórias da pele, como psoriase e acne, têm grande impacto emocional sobretudo pelas alterações percebidas por seus pares por vezes maior do que pelos sintomas em si.

“Neste período de novo normal, sugere-se que os cuidados com a saúde em geral e com a pele devam ser estimulados neste perfil de paciente, mas também em toda a população. Os cuidados diários pessoais, como a higiene da pele, unhas e cabelos, precisam manter-se na rotina. Quanto à pele do rosto, o recomendado é mantê-la limpa, hidratada e seguindo as orientações de tratamento, quando houver, para não incorrer em piora das dermatoses e necessidade de deslocamento para consultas, sem esquecer do protetor solar”, explica a dermatologista e vice-presidente da SBD-RS, Clarissa Prati.

As unhas bem cortadas, lixadas e hidratadas evitam lesões, reduzindo o risco de infecções por bactérias ou fungos. A médica reforça o cuidado ao manejar alicates em casa tendo-os sempre higienizados. Os cabelos também merecem muita atenção, já que a higiene do couro cabeludo auxilia no controle da oleosidade e seborreia.

Não esquecer de hidratar a pele do corpo logo após o banho e reforçar os cuidados com métodos de depilação feitos em casa, como a temperatura da cera e a troca semanal de lâminas. Com tudo isso, reforçam-se os cuidados pessoais, evitando pequenos acidentes e mantendo a saúde e a beleza da pele.

Redação e Coordenação: Marcelo Matusiak

  • Cuidados ajudam na autoestima
    (Freepik)

Leia também...

31.08.2020

Coloque um pouco de poesia no seu dia

Projeto foi desenvolvido por alunos do 6o ano do Ensino Fundamental do Colégio Província de São Pedro

30.04.2020

Hábitos de Estudo em tempos de Distanciamento Social

-

30.04.2020

Atrações para se divertir na região

Dicas de Turismo em Gramado e Canela

30.04.2020

Controle da umidade relativa do ar pode ajudar na redução de doenças respiratórias

Alguns estudos indicam que o controle da umidade relativa do ar (RH) pode reduzir sensivelmente a transmissão de certos organismos infecciosos transmitidos pelo ar

Entre em contato