Capa

AMRIGS Press Releases

Empatia e atenção aos sinais são cuidados fundamentais com a saúde mental na infância

Tema esteve presente no Ciclo de Palestras AMRIGS

04.09.2020  |  249 visualizações

O Ciclo de Palestras AMRIGS realizou a sua terceira edição do ano falando sobre a saúde mental na infância e os impactos da COVID-19 na mentalidade dos pequenos, que tem sua convivência limitada durante este período de escolas fechadas. O evento ocorreu de forma online na sexta-feira (04/09) às 19h.

Com a pandemia do coronavírus e as medidas de isolamento social, a preocupação com a saúde mental das crianças se intensificou e impôs um desafio aos pais, que precisam redobrar o cuidado e a atenção aos sinais.

A psiquiatra Graziela Smaniotto Rodrigues, que atua na área da Infância e Adolescência em consultório particular e no Hospital Psiquiátrico São Pedro RS, destacou que o momento que vivemos é, de fato, excepcional e está afetando a cabeça das crianças e adolescentes, pois elas não estão "convivendo com seus semelhantes" na fase da vida em que isso é mais essencial.

"A criança tem que brincar. O brincar é a expressão da saúde, da vida, para as crianças e o isolamento social traz sim um sofrimento em relação a isso. Portanto, neste momento, observamos um aumento na demanda emocional nesta faixa etária", explicou.

Segundo Graziela, para identificar que algo não está bem com seus filhos, os pais devem se basear em três itens norteadores na hora de atuar na prevenção: "Perguntar, ouvir e procurar, sempre com empatia, é fundamental e demonstra apoio e compreensão".

De acordo com a médica, existem sinais que são possíveis observar caso um quadro de depressão esteja sendo desenvolvido. "Uma criança ou adolescente que está muito preocupada com a morte, ideias suicidas, tentando entender essas questões de morte, diminuição do autocuidado, hábitos de sono, drogas, uso de álcool e alterações de humor. Todas estas são ações que nos fazem pensar tanto em transtorno suicida ou psiquiatra", indicou.

O tema foi debatido em conjunto com o médico Fernando Godoy Neves, coordenador do Comitê de Prevenção de Suicídio da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul (APRS), que chamou atenção para os adolescentes, crianças e idosos estarem entre as faixas etárias mais atingidas mentalmente pela pandemia e pelas restrições impostas pelo isolamento social.

"Na pandemia dois grupos estão sendo mais afetados. Os pequenos de idade escolar, da criança ao adolescente, pela mudança na rotina, nas restrições, e os idosos, por serem de risco. Além disto, os pais e a população em casa, com todo sofrimento, medo, preocupação financeira, impacta no ambiente em que essa criança vem evoluindo. É uma situação realmente delicada", ressaltou.

A atividade, que contou com o apoio da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, foi aberta ao público e transmitida por plataforma digital com a participação de mais de cem pessoas conectadas durante a apresentação. A transmissão ficará disponível no canal do YouTube da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS).

Ciclo de Palestras - Setembro da Pessoa Idosa

A próxima edição do Ciclo de Palestras AMRIGS será dedicada à Pessoa Idosa. O tema do evento será “Depressão, Suicídio e Conscientização sobre Alzheimer”. A atividade está prevista para o dia 15 de setembro, às 19h, com transmissão pelo Sympla Streaming.

Redação: Vítor Figueiró e Marcelo Matusiak
Coordenação: Marcelo Matusiak

  • Pandemia afetou a saúde mental das crianças
    (Divulgação)

Leia também...

25.09.2020

Setembro verde é dedicado a prevenção do câncer de intestino

Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS) alerta para a importância de cuidados preventivos que ajudam a reduzir os riscos

17.09.2020

Cuidados e observação às carências da pessoa idosa salva vidas

Tema foi apresentado durante Ciclo de Palestras AMRIGS

14.09.2020

Evento da AMRIGS debate cuidados e qualidade de vida dos idosos

Atividade terá três abordagens diferentes para tratar do assunto

02.09.2020

AMRIGS faz entrega de doação de 4 mil kits de EPIs ao Governo do RS

Materiais são de fundamental importância para atuação na contenção da pandemia do coronavírus

Entre em contato