Capa

"Ninguém é tão sábio que não possa aprender ou tão inexperiente que não possa ensinar"

Vida de Médico: Gerson Junqueira Junior

10.09.2020  |  30 visualizações

Somos a soma de nossas vivências. Essa é uma das lições transmitidas pelo médico Gerson Junqueira Junior, eleito presidente da AMRIGS para o próximo triênio. Ele conta como foi o início de sua carreira e aprendizados importantes obtidos ao longo dos anos.

“É difícil apontar alguma característica psicológica ou comportamental, em sua juventude, que tenha o feito escolher ser médico. O fato é que, no verão de 1982, prestou vestibular e foi aprovado para iniciar o curso de Medicina na FAMED da UFRGS. Segundo semestre, início em agosto daquele ano. Então o inusitado! Aqueles próximos meses que prometiam ser as minhas melhores e mais condignas férias, tornaram-se um estágio prático, maquiavelicamente engendrado por minha progenitora, na conceituada Enfermaria 10 - Serviço de Cirurgia Geral da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

Foi então, numa longínqua manhã de terça-feira, que participei da minha primeira reunião clínico-cirúrgica na “Décima”. Lá estavam os não menos conceituados Fernando Pombo Dornelles e Telmo Kruse, capitaneando as ações, até o residente de primeiro ano proferindo aquela frase que jamais me saiu da memória “...trata-se de uma metástase de adenocarcinoma em tecido conjuntivo...”. Eu, um pseudo-acadêmico, provavelmente não sabia o significado de nenhuma daquelas palavras. Mas naquele momento, e nos meses que se seguiram, descobri que estava ali a minha vocação!

Os próximos anos passaram voando! O prédio do Biociências e a monitoria de anatomia. Lá conheci minha companheira e eterna paixão (foi minha aluna de anatomia...). O Hospital de Clínicas e a monitoria de cirurgia. Por fim, a graduação e a convicção da vocação e escolha da especialidade. No mesmo hospital, a residência em cirurgia geral, mestrado e doutorado. Quantos mestres e colegas, amigos e parceiros de profissão até hoje! Neste período de Hospital de Clínicas, não posso deixar de citar o saudoso Renato Luiz Amaral. Mestre e amigo que me espelhou valores muito importantes: hierarquia, responsabilidade e resiliência.

A partir de então, o cotidiano médico que não é muito diferente dos demais colegas. Mas sem monotonia, com muita cirurgia! Importante para mim, foi encontrar uma Instituição que me acolheu e me projetou profissionalmente e hoje, considero o Hospital Mãe de Deus minha segunda casa. E dentro dela, os profissionais que trabalham comigo são minha segunda família.

A vida profissional me ensinou que nós somos as somas de nossas vivências. Ninguém é tão sábio que não possa aprender ou tão inexperiente que não possa ensinar. Aprende-se muito com os próprios erros! O importante é nunca esquecer a humildade e o bom-senso. Também procurar cercar-se dos jovens, pois eles nos inspiram e estimulam a nunca estagnarmos.

Hoje, procuro usufruir ao máximo o tempo livre com minha esposa, filhos, família e amigos. Adoramos viajar, conhecer novos lugares e culturas distintas. O enoturismo também me atrai bastante e uma visita a vinícolas pelo mundo está sempre nos planos. Também gosto muito de futebol e, além de frequentar assiduamente o Beira-Rio, procuro sempre por uma boa partida quando viajo.

Passadas quase quatro décadas desde a primeira vez que me paramentei e adentrei um bloco cirúrgico, sinto-me totalmente realizado profissionalmente por tudo que a Medicina me proporcionou e pelo que ainda espero fazer. Envaidecido pelos meus filhos, que serão os médicos de amanhã. Honrado e com extremo senso de responsabilidade pelo desafio de presidir nossa AMRIGS nos próximos anos. E é por causa destes futuros jovens que queremos resgatar o orgulho de ser Médico no nosso Estado e projetar cada vez mais nossa Medicina nos cenários gaúcho e brasileiro.

 

  • Gerson Junqueira Junior
    (Divulgação)

Leia também...

25.09.2020

AMRIGS inaugura usina de energia solar

Relatório de Gestão: Institucional

23.09.2020

Presença constante na mídia

Relatório de Gestão: Comunicação

22.09.2020
A força do associativismo

Relatório de Gestão: Associativismo

21.09.2020

CEHMRS debate ações de melhorias aos usuários da Unidas

AMRIGS em Ação

Entre em contato