Capa

SBGM

Como a pandemia afetou famílias com Doenças Raras

Entre outras conclusões estudo mostrou que a maioria das pessoas que vivem com uma doença rara experimentou interrupção no atendimento por causa da COVID-19

23.02.2021  |  240 visualizações

Uma pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Genética da UFRGS, por meio do Grupo de Pesquisa Avaliação de Tecnologias de Saúde em Genética Clínica, em parceria com o Serviço de Genética Médica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), investigou como a pandemia do coronavírus afetou a vida e as rotinas das pessoas com doenças raras ou de seus cuidadores. A pesquisa foi publicada no American Journal of Medical Genetics pelo grupo de geneticistas brasileiros, entre eles, a associada da Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica (SBGM), Ida Vanessa Doederlein Schwartz.

A pandemia da COVID-19 ocasionou uma reorganização dos sistemas de saúde para priorizar a luta contra o vírus e o distanciamento social interferiu no fluxo das políticas existentes, que afetaram negativamente os grupos mais vulneráveis, como o de pessoas com diagnóstico de doenças raras. Um questionário online foi dirigido aos pacientes durante o período de 1º de junho a 5 de julho de 2020. Questões sobre as medidas sanitárias adotadas; acesso a serviços médicos; e sofrimento mental durante a pandemia foram abordadas com 1.466 participantes. Sobre os resultados, quase a totalidade dos participantes se sentiram ameaçados pela situação atual (92%) e 43% se sentiram, frequentemente, isolados ou sozinhos.

O estudo revelou, também, que a maioria das pessoas que vivem com uma rara doença experimentou interrupção no atendimento por causa do COVID-19 e mostrou que 68% dos pacientes sofreu a interrupção de terapias de reabilitação; 65% deixou de ter acesso ao tratamento que recebia em hospitais ou na sua casa; 30% teve que adiar ou cancelar cirurgias/transplantes; e para 20% dos pacientes o medicamento ou tratamento para a doença rara não esteve disponível em hospitais ou farmácias durante a pandemia.

Redação: Fernanda Calegaro
Edição e coordenação: Marcelo Matusiak

  • Distanciamento social interferiu na realização de consultas
    (Marcelo Matusiak)

Leia também...

08.04.2021

Testes Genéticos Direto ao Consumidor preocupam especialistas

Antes do procedimento, SBGM recomenda buscar um médico geneticista capacitado

07.04.2021

Projeto de Lei amplia o número doenças rastreadas pelo Teste do Pezinho

Segundo SBGM, a possibilidade de ampliação das doenças na triagem neonatal é um desejo antigo da classe médica

01.04.2021

SBGM reforça os cuidados com a disseminação das novas variantes do coronavírus

Entidade defende manutenção do isolamento social, aplicação das vacinas com maior velocidade e barrar tratamentos que não sejam cientificamente comprovados

18.03.2021

Concurso selecionará logomarca para os 35 anos da Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica

Produção será usada em toda a divulgação do evento comemorativo de 35 anos da Sociedade Brasileira de Genética Médica e Genômica (SBGM), incluindo mídia, redes sociais,  material timbrado, cartazes, entre outros

Entre em contato