Capa

Asbrav - Revista Revista ASBRAV Digital

Qualidade do ar e os efeitos nocivos do Material Particulado no ar na saúde humana

Artigo de Opinião: Janaína Costa, Gestora de Negócios Ambientais

16.07.2021  |  101 visualizações

Gostaria de abordar com vocês a questão do material partícula no ar e o seu impacto negativo à saúde humana. Nesta conversa irei abordar rapidamente sobre a qualidade do ar externo e os impactos à saúde humana por má qualidade do ar interno, cuja a RE 09/2003-Anvisa veio para parametrizar padrões para a qualidade do ar interior (QAI) e mais recentemente a Lei 13.589/2018 (PMOC).

A poluição atmosférica consiste em um problema de extrema relevância para o Brasil e o mundo. A poluição é responsável por danos à saúde humana e ao meio ambiente. Trata-se de um complexo desafio que envolve áreas transversais em inúmeros setores da economia e com impactos maiores em parcelas mais vulneráveis da população, como crianças, idosos e imunodeprimidos.

Os especialistas em saúde ambiental Douglas Brugge e Kevin James Lane (americanos) alertam para um possível novo vilão da saúde humana: as partículas finas de poluição. Com menos de 2,5 milionésimos de metro, o material particulado fino é conhecido como PM2.5 e foi o quinto motivo de mortes no mundo em 2015. São aproximadamente 4,1 milhões de mortes anualmente por causa do material. Pesquisas sugerem que o PM2.5 sozinho causa mais mortes e doenças do que todas as outras exposições ambientais juntas.

Estima-se que os custos associados a mortes prematuras equivaleram, em 2015, a 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro (Roy e Braathen, 2017).

Os impactos da poluição do ar na saúde humana estão conectados com a incidência
de mortes prematuras, doenças pulmonares, cardiovasculares, acidentes vasculares
cerebrais, disposição ao câncer e ao diabetes, além de prejuízo do desenvolvimento cognitivo em crianças (crianças podem ser afetadas ainda na gestação, isso é: ainda no ventre da mãe) , demência em idosos e infecções em imunodeprimidos podendo levar a óbito.

Segundo Burgge e Lane, as partículas pequenas podem viajar diretamente do nariz para o cérebro através do nervo olfativo. Acredita-se que tanto o PM2.5 quanto partículas ainda menores, as chamadas ultrafinas, afetam o sistema nervoso central das crianças. A inalação desse material também pode acelerar o ritmo de declínio cognitivo em adultos e aumentar o risco dessas pessoas desenvolverem Alzheimer.

O Brasil ainda timidamente desenvolve pesquisas do impacto da qualidade do ar em humanos, como por exemplo, o trabalho publicado em janeiro/2021 pela WRI Brasil (ANDRÉ SANT’ANNA, ANE ALENCAR, BERTA PINHEIRO, CARMEN ARAÚJO, EVANGELINA VORMITTAG,
HELIO WICHER, KAMYLA BORGES, MARCEL FARIA, MARIA DE FÁTIMA ANDRADE, PAULINA PORTO,PAULO ARTAXO, RUDI ROCHA, TALITA ESTURBA, WALTER FIGUEIREDO DE SIMONI).

Mas, como falado no início este é um tema para ser orquestrado por vários setores e o nosso é um deles. Hoje tentamos com unhas e dentes legalizar o que já é legal através de Resoluções, Lei Federal, NBR’s e Portarias, isso falando sobre qualidade do ar interior em ambientes climatizados artificialmente através de entidades associativas dos setores de HVAC, tais como ABRAVA e seu braço ASBRAV, hoje mais especificamente tratando do PNQAI – Plano Nacional da Qualidade do Ar Interior, juntamente com várias outras entidades e profissionais dos setores.

A equipe técnica do Laboratório Q.A.I. está empenhada em contribuir para estimular discussões e comentários críticos, além de influenciar o debate com informações sobre questões identificadas através do nosso trabalho nestes três últimos anos, especialmente nesta fase crítica que estamos enfrentando em detrimento pelo covid-19.

Para obter mais informações sobre a nossa observância em relação a qualidade do ar interior neste período de covid-19, ficamos à disposição através dos nossos canais de comunicação.

www.laboratorioqai@gmail.com
laboratorioqai@gmail.com
laboratorioqai.sc@gmail.com
(51) 991-232-690

Janaína Costa
Gestora de Negócios Ambientais

  • Equipamento usado na medição
    (Divulgação)

Leia também...

15.09.2021

ACJ Energia e Climatização

Espaço do Associado

13.09.2021

PeB Projetos e Serviços em Climatização

Espaço do Associado

06.09.2021

Climatchê

Espaço do Associado

02.09.2021

Empresa paranaense de automação chega aos 34 anos, celebra crescimento e está com vagas abertas para

Notas e lançamentos

Entre em contato